Tabela de preços em hospitais gera impasse entre governo e entidades

23/11/2017

O Ministério da Justiça e entidades de saúde travam uma queda de braço em relação à tabela de preços de serviços prestados pelos hospitais. A pasta quer a divulgação dos dados. O setor não concorda. A situação hoje é de impasse.

NO BURACO

A Secretaria Nacional do Consumidor, vinculada ao ministério, considera que custos hospitalares e de planos de saúde são verdadeiras caixas pretas. A divulgação da tabela de preços traria transparência, evitando que o paciente fosse surpreendido com contas salgadas e às vezes até impagáveis.

 

VENCIDO

 

O órgão deu 30 dias para que a tabela fosse divulgada. Vencido o prazo, entidades se posicionaram contra a medida. A Confederação Nacional de Saúde, por exemplo, diz que os valores são tratados entre operadoras dos planos e pacientes. A responsabilidade, portanto, seria dessas empresas.

 

VIA WEB

 

Além disso, a complexidade da tabela de procedimentos dificultaria o entendimento por parte dos pacientes. O número de produtos e serviços chegaria a 22 mil em hospitais privados. O ministério já tinha concordado que a tabela não fosse afixada nas paredes dos estabelecimentos. Mas insiste que ela seja divulgada pela internet.


Fonte: Folha de S. Paulo