Coronavírus: 90% dos casos podem ser atendidos em postos de saúde

13/03/2020
IMAGEM 10.jpeg

Com alta transmissibilidade mas baixa mortalidade, cerca de 90% dos casos de coronavírus é leve e pode ser atendido nos postos de saúde, de acordo com o Ministério da Saúde. A pasta afirma que os 42 mil postos de saúde do país estão preparados para atender esta demanda: pessoas com febre baixa, tosse, dor de garganta e coriza podem procurar a atenção primária.

Para dar conta desta possibilidade, o Saúde na Hora está sendo ampliado, estendendo o horário de atendimento e garantindo R$ 15 mil reais adicionais por posto de saúde para incentivar a adequação das unidades.

 

O secretário-executivo João Gabbardo explica que a grande dificuldade dos países com grandes quantidades de casos é a hospitalização de muitos pacientes: a infecção por coronavírus tem um longo período de incubação, tornando a estadia no leito mais longa. Para evitar o afogamento dos hospitais referência, a recomendação é seguir para as unidades de saúde.

 

“Mesmo quem tem plano de saúde, essa é a recomendação por enquanto. O ideal é que os planos montem um fluxo de atendimento para não lotar o serviço público. A telemedicina também é uma possibilidade para casos mais leves”, sugere o secretário.

 

Em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (10/03), o Ministério da Saúde atualizou a quantidade de casos suspeitos e confirmados de coronavírus no Brasil. No momento, são 893 casos sob investigação e 34 confirmados. Outros 780 casos já foram descartados desde o início do monitoramento.

 

Fonte: Metropoles