Número de estabelecimentos de saúde particulares cresce 5,1% no Brasil

22/06/2018

O mercado brasileiro de saúde é visto como um dos mais promissores do mundo para quem deseja empreender, devido ao envelhecimento progressivo da população e a escassez de atendimento do sistema de saúde pública, fazendo com que a demanda no sistema privado cresça cada vez mais. Somente em dezembro do ano passado, o número de estabelecimentos de saúde particulares teve alta de 5,1% em comparação ao mesmo período de 2016, segundo dados da Federação dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde, Laboratórios de Pesquisas e Análises Clínicas e Demais Estabelecimentos do Serviços de Saúde do Estado de São Paulo (FEHOESP). O desempenho positivo desse setor tem atraído cada vez mais profissionais da área da saúde para o empreendedorismo.

O levantamento da FEHOESP também apontou que as clínicas particulares cresceram 8,1% e os consultórios médicos tiveram aumento de 4,1%, no ano passado. A boa performance deste setor no cenário da saúde também está atrelada à inclusão de ferramentas tecnológicas e a investimento em capacitação, que ajudam a facilitar a gestão do negócio. No entanto, muitos profissionais da área como médicos e dentistas ainda encontram obstáculos para conseguir garantir a sobrevivência de suas clínicas, devido à falta de conhecimento em gestão e administração financeira.